:

Enquete: Like Our New Look?

Do you like our new Vivvo look & feel?
Home | Notícias | Trump estuda cancelar verba de ajuda à Palestina por recusa em negociar paz com Israel

Trump estuda cancelar verba de ajuda à Palestina por recusa em negociar paz com Israel

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

O presidente norte-americano argumentou que os Estados Unidos “pagam aos palestinos, centenas de milhões de dólares por ano e não recebem em troca gratidão ou respeito”,

 

 

 

 

Trump estuda cancelar verba de ajuda à Palestina por recusa em negociar paz com Israel

 

 

 

 

 

O acordo de paz entre Israel e a Autoridade Palestina vem sendo costurado há décadas, com avanços e retrocessos, incluindo circunstâncias em que a recusa dos termos após intensas negociações partiu dos palestinos. Nesse contexto, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que poderá cancelar a verba de ajuda enviada anualmente.

O presidente norte-americano argumentou que os Estados Unidos “pagam aos palestinos, centenas de milhões de dólares por ano e não recebem em troca gratidão ou respeito”, e que isso se estende aos israelenses: “Eles nem querem um tratado de paz com Israel, nem que seja em uma negociação a longo prazo”, acrescentou.

Trump também afirmou que sua decisão em reconhecer Jerusalém como capital de Israel foi uma iniciativa para reduzir os tópicos da negociação entre as duas partes, mas que os palestinos continuam se recusando a negociar os outros pontos do acordo.

“Tiramos Jerusalém – a parte mais difícil da negociação – para fora da mesa, mas Israel, por isso, teria que pagar mais. Mas se os palestinos que não querem mais falar de paz, por que devemos fazer esses pagamentos maciços para o futuro?”, questionou Trump em uma série de tweets.

De acordo com informações da emissora Christian Broadcasting Network (CBN), as declarações de Trump no Twitter expõem sua estratégia de estabelecer novos parâmetros na negociação entre israelenses e palestinos, e assim, demonstrar ao mundo as dificuldades geradas pela parte dos árabes.

Donald Trump também afirmou que pretende estudar o cancelamento das verbas de ajuda enviadas pelos Estados Unidos a países que acenam com a possibilidade de colaboração em áreas específicas, mas no final, adotam postura contrária, como no caso do Paquistão e o combate ao terrorismo.

“Não é apenas ao Paquistão que pagamos bilhões de dólares por nada, mas também muitos outros países”, escreveu Trump, referindo-se a uma crítica aos paquistaneses por não ter tomado todas as iniciativas acordadas para combater o terrorismo.

Recentemente, a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, anunciou que o presidente Trump não quer mais enviar dinheiro à Palestina “até que os palestinos estejam dispostos a voltar à mesa de negociações”.

“Ainda queremos muito ver um processo de paz. Nada muda com isso. Os palestinos agora têm que mostrar que querem voltar a negociar. Eles não estão dispostos a um acordo de paz, mas continuam a pedir ajuda financeira. Não estamos dando essa ajuda. Vamos nos certificar de que eles querem negociar um acordo de paz”, reiterou.

A ajuda financeira enviada pelos Estados Unidos é parte de uma verba que o orçamento do país reserva para este fim, e vem sendo usada há décadas, por presidentes republicanos e democratas, como moeda de troca em negociação de conflitos e ajuda humanitária em casos extremos.

 

Adicionar para: Add to your del.icio.us del.icio.us | Digg this story Digg

Comentários (0 postado):

total: | mostrando:

Poste seu comentário comment

Entre o código que você vê na imagem:

  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
Tags
Nenhuma tag para este artigo
Vote neste artigo
0
Copyright ©2012 - http://chamadafinal.net/portal/ - Todos os Direitos Reservados
Powered by
MEGAWEB