:

Enquete: Like Our New Look?

Do you like our new Vivvo look & feel?
Home | Notícias | Wikipedia exclui página de cientista que defende Criação e questiona Darwin

Wikipedia exclui página de cientista que defende Criação e questiona Darwin

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

Günter Bechly é cristão e promotor da Teoria do Design Inteligente

 

 

 

 

 

 

 

Wikipedia exclui página de cientista que questiona Darwin

Os adeptos da Teoria do Design Inteligente ficaram revoltados quando a página de um cientista respeitado que acredita que Deus criou o universo com um propósito foi excluída pela Wikipedia.

Günter Bechly é um paleo-entomologista alemão, cujas áreas de especialização incluem história de fósseis e a origem dos insetos. Católico, Bechly diz que não cresceu em uma família religiosa, mas concluiu mais tarde na vida que a evidência para a evolução darwiniana é fraca e os dados que apontam para o Design Inteligente são muito fortes.

“Muitas pessoas pensam que alguém que duvida do processo neodarwiniano e abraça o design inteligente provavelmente é religioso, um cristão evangélico, e quer provar que está certo”, disse Bechly em um documentário produzido pelo Discovery Institute.

“Eu trilhei um caminho totalmente diferente … Venho de uma família totalmente secular, agnóstica. [Eu] não fui batizado, não tive nenhum tipo de educação religiosa, nunca fui à igreja, então posso dizer que era completamente não religioso “.

Ao contrário da maioria dos cientistas em seu campo, Bechly rejeita o ateísmo, o materialismo, o naturalismo e o cientificismo, e ressalta que seu trabalho como cientista foi que o levou a acreditar na “mão de Deus” na criação.

“Minha conversão foi baseada em uma avaliação crítica de dados empíricos e argumentos filosóficos, seguindo a evidência onde quer que ela levasse”, escreveu ele em seu blog pessoal. “Eu sou cético quanto à teoria neodarwiniana da macro-evolução e sustento e apoio o Design Inteligente por razões puramente científicas”.

Bechly passou a endossar publicamente a Teoria do Design Inteligente (TDI) em 2015, mas já vinha criticando repetidamente a evolução darwiniana e apontando a existência de evidências científicas para um designer ou Criador.

Quando um biólogo influente admitiu as deficiências da teoria evolucionista em um encontro recente da Royal Society em Londres, Bechly, que estava presente no evento, voltou a criticar os “déficits explicativos” da evolução.

“Depois desta conferência tive mais certeza do que nunca que a biologia evolutiva é um imperador que está nu, e o Design Inteligente é a melhor explicação para a complexidade e a diversidade biológica”, assegurou.

Embora Bechly tenha escrito dezenas de artigos científicos e se formado com a honraria máxima quando concluiu seu Ph.D. em geociências da Universidade de Tübingen, Alemanha, ele passou a ser questionado por colegas. Sua página de Wikipedia foi apagada depois que vários usuários alegaram que sua “notabilidade” era insuficiente.

Alguns dos comentários em fóruns de discussão sobre paleontologia o levam a crer que foi algo orquestrado por pessoas que não aceitam sua perspectiva criacionista.

David Klinghoffer, membro do Discover Institute, e amigo de Bechly, acredita que a exclusão da página é uma clara tentativa de censura da Teoria do Design Inteligente. Ele revelou também que o erudito alemão perdeu seu emprego como curador de um museu depois de revelar seu apoio à TDI. Klinghoffer diz que terem apagado a página da Wikipedia é “algo grave e uma lembrança da dificuldade de se debater com isenção sobre a TDI. “Temos uma vasta e bem documentada história de censuras e intimidação”, lamentou de acordo com o Christian News.

Entenda o que é TDI

A maior parte da comunidade científica acredita e defende a teoria da evolução, proposta por Charles Darwin (1809–1882). Biólogo e naturalista inglês, ele questionou a opinião vigente em seu tempo que considerava apenas a possibilidade da criação da vida por Deus.

Uma espécie de meio termo, que une fé e ciência, a Teoria do Design Inteligente (TDI) surgiu nos EUA na década de 1980 e ganhou adeptos em todo o mundo. No Brasil, um grupo de cientistas renomados passou a defendê-la com mais intensidade nos últimos tempos. Para eles, a vida não surgiu após uma série de eventos aleatórios, mas é resultado do projeto de uma mente inteligente.

Marcos Eberlin, professor do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), explicou ao Gospel Prime: “Conhecimentos científicos em bioquímica e biologia molecular cada vez mais apurados nos permitiram abrir a caixa preta chamada célula e enxergar nela um conjunto imenso de máquinas moleculares dotado de uma complexidade irredutível… Não dá para pensar num motor desse tipo produzido por forças naturais. Foi decisão de uma inteligência que existe no universo.”.

Fonte: Gospelprime

 

Adicionar para: Add to your del.icio.us del.icio.us | Digg this story Digg

Comentários (0 postado):

total: | mostrando:

Poste seu comentário comment

Entre o código que você vê na imagem:

  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
Tags
Nenhuma tag para este artigo
Vote neste artigo
0
Copyright ©2012 - http://chamadafinal.net/portal/ - Todos os Direitos Reservados
Powered by
MEGAWEB