:

Enquete: Like Our New Look?

Do you like our new Vivvo look & feel?
Home | Meditações | Como ter a convicção de que amamos a Deus, e quais os benefícios desse amor.

Como ter a convicção de que amamos a Deus, e quais os benefícios desse amor.

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. 1 João 3:11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como ter a convicção de que amamos a Deus, e quais os benefícios desse amor.

(VENIZELOS PAPACOSTA NETO)


1. Introdução (O amor de Deus):

 

Em Romanos 12:2, lemos sobre não se conformar com esse século, mas que devemos transformar-nos pela renovação de nossa mente. E como renovar nossa mente? Isso quer dizer que devemos ter a mente de Cristo em nós, o que por sua vez nos remete a pensar em um Deus que no início deu forma a tudo, e depois formou o homem a sua imagem e semelhança (Gênesis 1). Esse foi o plano da criação.

 

Assim, desde o início fomos destinados a ser semelhantes a Deus, e ter a sua mente em nós. Mas o homem pecou, e foi expulso do paraíso. E sabemos que o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por meio de Cristo (Romanos 6:23). Por isso, como alguém precisava morrer por causa do pecado, Deus trouxe o plano da Salvação, enviando Jesus para morrer em nosso lugar, levando nos ombros os nossos pecados.

 

Isso é ter a mente de Cristo, ter amor pelas pessoas, não se conformar com pessoas que morrem e vão para o inferno todos os dias, é ter a mente de um Deus que abriu mão do seu trono e conforto celestial, para morrer em nosso lugar, e nos dar gratuitamente a vida eterna, ao invés da morte eterna, à qual estávamos destinados. Nisso entendemos sobre ter a mente de Cristo, uma mente de amor, e refletimos sobre o amor de Deus por nós.

 

2. E o nosso amor a Deus? Como ter a convicção de que o amamos?

 

Muitas vezes dizemos que amamos a Deus, cantamos louvores de amor a Deus, até gritamos a Deus dizendo que o amamos, mas será que podemos dizer que realmente amamos a Deus? Podemos dizer com convicção que esse amor a Ele é real? Será que essas demonstrações são suficientes? Não nos esqueçamos de que o amor Dele por nós foi demonstrado em uma morte de cruz.

 

Porém, sabemos que Ele não busca de nós sacrifícios, mas o seu prazer está em obedecermos a sua Palavra (I Samuel 15:22). 

 

Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. 1 Samuel 15:22

Porque nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. 1 João 5:3

 

E falando em obedecer a Deus, os maiores mandamentos são amar a Deus e amar ao próximo. Além disso, Ele quer que, obedecendo a sua Palavra, sejamos capazes de renunciar às nossas vontades, e fazer a Sua vontade, vivendo uma vida de intimidade com Ele, porque quanto mais próximos estivermos Dele, mais teremos sua mente em nós por meio do Espírito Santo, e ligados a Ele, o nosso amor ao próximo fluirá cada vez mais naturalmente, porque o amor de Deus se manifestará através de nós, porque nós o amamos. (Vejamos Mateus 22:35-40; Marcos 12:30,31; Mateus 26:39; I Coríntios 2:9-16)

 

E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo: Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. Mateus 22:35-40

 

Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Marcos 12:30,31

 

E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. Mateus 26:39

 

Mas, como está escrito:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.
Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
1 Coríntios 2:9-16

 

As misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã (Lamentações 3:22,23). O seu amor é infinito, grandioso, inegável, e o nosso amor por Ele?

 

Então, vemos claramente, que a convicção de que amamos a Deus vem quando percebemos que somos capazes de amar ao próximo como a nós mesmos, um amor que flui naturalmente quando percebemos que nosso próximo padece, ou que uma pessoa está em pecado, sem a garantia da salvação eterna (I João 3: 11,14,16,17,18). O amor é demonstrado por obras, e não apenas da boca para fora. A convicção vem quando somos capazes de amar ao nosso próximo, porque sem amá-los, como dizer que amamos a Deus? (I João 4, em especial versículos 20 e 21 – ver também Mateus 7:16-20)

 

Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. 1 João 3:11

 

Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama a seu irmão permanece na morte. 1 João 3:14

 

Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos.
Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.
1 João 3:16-18

 

E qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à sua vista. E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento. E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós, pelo Espírito que nos tem dado. 1 João 3:22-24

 

Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor. Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito. E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus. E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo. No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor. Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro. Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão. 1 João 4:7-21

 

3. Quais os benefícios desse amor. Quais as promessas àqueles que amam a Deus.

 

Vamos enumerar algumas das promessas para aqueles que amam a Deus:

 

1. Bênçãos grandiosas reveladas por meio do Espírito Santo. (1 Coríntios 2:9,10)

Mas, como está escrito:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. 1 Coríntios 2:9,10

 

2. Misericórdia até mil gerações. (Êxodo 20:6; Deuteronômio 5:10)

E faço misericórdia até mil gerações aos que me amam e guardam os meus mandamentos. Êxodo 20:6

Mas trato com bondade até mil gerações os que me amam e guardam os meus mandamentos. Deuteronômio 5:10

 

3. O bem te suceda e muito te multiplique. (Deuteronômio 6:3-5,e 18)

Ouve, pois, ó Israel, e atenta em os guardares, para que bem te suceda, e muito te multipliques, como te disse o Senhor Deus de teus pais, na terra que mana leite e mel. Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. Deuteronômio 6:3-5

E farás o que é reto e bom aos olhos do Senhor, para que bem te suceda, e entres, e possuas a boa terra, a qual o Senhor jurou dar a teus pais. Deuteronômio 6:18

 

4. Deus guardará sua aliança. (Deuteronômio 7:9)

Saberás, pois, que o Senhor teu Deus, ele é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos. Deuteronômio 7:9

 

5. Força para tomar posse da terra prometida (terra que mana leite e mel). (Deuteronômio 10:11,12; Dt. 11:1-8; Dt. 11:11,12)

Porém o Senhor me disse: Levanta-te, põe-te a caminho adiante do povo, para que entrem, e possuam a terra que jurei dar a seus pais.
Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor teu Deus pede de ti, senão que temas o Senhor teu Deus, que andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma,
Deuteronômio 10:11,12

Amem o Senhor, o seu Deus e obedeçam sempre aos seus preceitos, aos seus decretos, às suas ordenanças e aos seus mandamentos.(...) Obedeçam, portanto, a toda a lei que hoje lhes estou dando, para que tenham forças para invadir e conquistar a terra para onde estão indo, Deuteronômio 11:1-8

Mas a terra em que vocês, atravessando o Jordão, vão entrar para dela tomar posse, é terra de montes e vales, que bebe chuva do céu.
É uma terra da qual o Senhor, o seu Deus, cuida; os olhos do Senhor, do seu Deus, estão continuamente sobre ela, do início ao fim do ano.
Deuteronômio 11:11,12

 

6. Chuva sobre a terra, vinho novo e o azeite. (Deuteronômio 11:13,14)

Portanto, se vocês obedecerem fielmente aos mandamentos que hoje lhes dou, amando o Senhor, o seu Deus, e servindo-o de todo o coração e de toda a alma, então, no devido tempo, enviarei chuva sobre a sua terra, chuva de outono e de primavera, para que vocês recolham o seu cereal, e tenham vinho novo e azeite. Deuteronômio 11:13,14

 

7. Possuir nações maiores. (Deuteronômio 11:22-24)

Se vocês obedecerem cuidadosamente todo o mandamento que lhes mando cumprir, amando o Senhor, o seu Deus, andando em todos os seus caminhos e apegando-se a ele, então o Senhor expulsará todas essas nações da presença de vocês, e vocês despojarão nações maiores e mais fortes do que vocês. Todo lugar onde vocês puserem os pés será de vocês. Deuteronômio 11:22-24

 

8. Deus acrescenta cidades. (Deuteronômio 19:9)

(Quando guardares todos estes mandamentos, que hoje te ordeno, para cumprí-los, amando ao Senhor teu Deus e andando nos seus caminhos todos os dias), então acrescentarás outras três cidades além destas três. Deuteronômio 19:9

 

9. Ter vida. (Deuteronômio 30:6)

E o Senhor teu Deus circuncidará o teu coração, e o coração de tua descendência, para amares ao Senhor teu Deus com todo o coração, e com toda a tua alma, para que vivas. Deuteronômio 30:6

 

10. Vida, multiplicação e bênçãos na posse da terra prometida. (Deuteronômio 30:16)

Porquanto te ordeno hoje que ames ao Senhor teu Deus, que andes nos seus caminhos, e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas, e te multipliques, e o Senhor teu Deus te abençoe na terra a qual entras a possuir. Deuteronômio 30:16

 

11. Prolongamento dos seus dias usufruindo da terra prometida. (Deuteronômio 30:20)

Amando ao Senhor teu Deus, dando ouvidos à sua voz, e achegando-te a ele; pois ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias; para que fiques na terra que o Senhor jurou a teus pais, a Abraão, a Isaque, e a Jacó, que lhes havia de dar. Deuteronômio 30:20

 

12. Tudo contribui e coopera para o seu bem.

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Romanos 8:28

 

13. Ser amado por Deus Pai e por Cristo, e ter a manifestação de Cristo.

Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele. João 14:21

 

14. Ter o amor do Pai, ser morada de Deus.

Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. João 14:23

 

15. Deus prova nosso amor. (Deuteronômio 13:3,4)

Os que amam a Deus podem passar por provações, mas Ele sempre mostra sua Glória e traz livramento. Exemplos: Paulo e Silas na prisão (Atos 16), Sadraque, Mesaque e Abednego na fornalha (Daniel 3); Daniel na cova dos leões (Daniel 6); entre outros.

Ele nos prova, para que o nosso amor não se esfrie com a iniquidade do mundo, e perseverantes até o fim, possamos ser salvos (Mateus 24:10-13).

 

Não dêem ouvidos às palavras daquele profeta ou sonhador. O Senhor, o seu Deus, está pondo vocês à prova para ver se o amam de todo o coração e de toda a alma. Sigam somente o Senhor, o seu Deus, e temam a ele somente. Cumpram os seus mandamentos e obedeçam-lhe; sirvam-no e apeguem-se a ele. Deuteronômio 13:3,4

 

Naquele tempo muitos ficarão escandalizados, trairão e odiarão uns aos outros, e numerosos falsos profetas surgirão e enganarão a muitos. Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, mas aquele que perseverar até o fim será salvo. Mateus 24:10-13

 

16. Coroa da Vida. (Tiago 1:12)

Assim, após sermos provados, receberemos a coroa da vida, que Deus tem prometido àqueles que o amam.

 

Bem-aventurado o homem que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam. Tiago 1:12

 

4. Perseverar até o fim nesse amor.

 

Então, sabendo dos benefícios desse amor, devemos perseverar nEle, para sermos aprovados, e salvos por meio Dele. E para isso, precisamos cada dia mais fazer o bem ao próximo, orar, jejuar, ler a Palavra de Deus, buscar a Deus de todo coração, ter intimidade com Ele, para mantermos a mente de Cristo, o nosso Espírito forte, sem esfriarmos ou nos conformarmos com este século, mas possamos conhecer as profundezas do nosso Senhor, desfrutando sempre dos benefícios de seu amor, até nossa salvação, vindo a tomar posse da coroa da vida. Sabendo  (Ver ainda Provérbios 2:1-5; João 17:3)

 

Meu filho, se você aceitar as minhas palavras e guardar no coração os meus mandamentos; se der ouvidos à sabedoria e inclinar o coração para o discernimento; se clamar por entendimento e por discernimento gritar bem alto, se procurar a sabedoria como se procura a prata e buscá-la como quem busca um tesouro escondido, então você entenderá o que é temer ao Senhor e achará o conhecimento de Deus. Provérbios 2:1-5

E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3

 

5. Conclusão.

 

Certamente, tendo a mente de Cristo em nós, entenderemos o que é amar verdadeiramente. Cristo se entregou por nós, e queremos dizer com nosso coração convicto que amamos a Deus. Esse amor vem de obedecer a seus mandamentos, de perseverar em buscar a Deus, de renunciarmos às nossas vontades, mas principalmente quando formos capazes de amar nosso próximo como a nós mesmos. Quando notarmos a obediência a Deus e o amor ao próximo em nossas atitudes, teremos a certeza de que amamos a Deus, pois o seu amor se manifesta por meio de nós.

 

Vimos também grandes promessas aos que amam a Deus, e também que podemos ser provados, porém, se perseverarmos e formos aprovados, tomaremos posse da coroa da vida, e da vida eterna que nos está destinada por sermos filhos de Deus, e por amarmos a Ele.

 

Fazer o bem e amar ao próximo nem sempre é fácil, mas entremos pela porta estreita, para encontrarmos a vida. (Mateus 7:12-14)

 

Adicionar para: Add to your del.icio.us del.icio.us | Digg this story Digg

Comentários (0 postado):

total: | mostrando:

Poste seu comentário comment

Entre o código que você vê na imagem:

  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
Tags
Nenhuma tag para este artigo
Vote neste artigo
0
Copyright ©2012 - http://chamadafinal.net/portal/ - Todos os Direitos Reservados
Powered by
MEGAWEB