:

Enquete: Like Our New Look?

Do you like our new Vivvo look & feel?
Home | Lendo a Bíblia com Cia. Mover | LENDO CAPÍTULOS 1 AO 8 DO EVANGELHO DE MARCOS

LENDO CAPÍTULOS 1 AO 8 DO EVANGELHO DE MARCOS

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

Três pontos da leitura: "Importância do Deserto em nossas vidas; Reconhecendo Jesus como Filho de Deus e importância da Intimidade"

 

 

Começando no capítulo 1, sobre João Batista num comparativo com o nosso chamado. João Batista preparou o caminho para o Salvador que iria nascer. Hoje nós devemos fazer o mesmo, falar do salvador. Com isso, preparar o coração das pessoas para que Jesus nasça em cada vida.

O esplêndido desse texto está nos versículos 3 e 4 quando diz que João Batista estava pregando no deserto para as pessoas. Interpretando, João Batista pregava mesmo que o campo estivesse SECO para receber a semente. Mas, DAVA CERTO, conforme os versículos 5 e 6, quando ele batizava as pessoas arrependidas de seus pecados.

Logo em seguida no texto, após o Batismo de Jesus e a confirmação da pregação de João Batista, Jesus também é chamado ao deserto. Veja que incrível primeiro João Batista pregou no deserto, onde pessoas eram batizadas e arrependiam-se de seus pecados. Agora Jesus vai para o deserto, onde será tentado e preparado para o seu ministério na Terra.

Mesmo após começar o seu ministério curando e libertando, Jesus nunca deixou de ir ao DESERTO, o lugar no qual foi treinado e que sempre voltava para orar e ser cheio (vr. 35).

Outro ponto importante nesses capítulos é o RECONHECIMENTO de JESUS FILHO DE DEUS.

 Ainda no capítulo 1 o primeiro a reconhecê-lo como Filho de Deus é João Batista (Vrs. 7 e 8); em seguida Deus mostra que Aquele que havia sido batizado era o SEU FILHO (vrs. 10 e 11). Depois alguns espíritos imundos O reconhecem, começando nos versículos 23 e 24: “És o Santo de Deus”, outra referência está no versículo 11 do Capítulo 3: “Também os espíritos imundos, quando o viam, prostravam-se diante dele e exclamavam: Tu és o Filho de Deus!”. Mas, as pessoas ainda não reconheciam Jesus como Filho de Deus, como escreve em Mc. 1:27 e 28.

No Capítulo 3, citado acima, é interessante a sequência no versículo 12, pois Jesus advertia tais espíritos para não deixar pública a informação, afinal, Jesus sabia de seu ministério e que as pessoas deveriam reconhecê-LO pelo Espírito SANTO, por Deus e não por espíritos imundos. Penso, após escrever isso da importância da Intimidade com Deus, até mesmo para reconhecer Jesus como Filho de Deus e salvador. Pois se apenas ouvimos falar quem é Deus, falta a certificação de quem é Deus em nosso Espírito, em nossa alma, em nós!

Passado o deserto, passado o Reconhecer, ainda tem a importância do Saber do que Ele fala e ensina, a exemplo dos versículos 33 e 34 do Capítulo 4 que diz ainda mais da importância da Intimidade. Jesus falava por parábolas e cada um deveria interpretar por si, mas aos que andavam próximos, os discípulos, Jesus interpretava para que eles entendessem com mais clareza, para que eles soubessem o real sentido da parábola.

Juntando, neste momento, o reconhecer Jesus como Filho de Deus e a intimidade, tem-se os versículos 2 ao 4 do Capítulo 6, quando as pessoas da terra de nascença de Jesus não o reconheciam, senão como um homem comum. Ou seja, não é questão de sangue, origem ou ouvir falar que dirá quem Jesus é, mas a intimidade.

Passa encerrar as observações dessa primeira leitura de Marcos quero falar apenas mais duas coisas, não fugindo do Princípio Intimidade do qual tenho falado.

Intimidade não se resume ao sempre andar junto, a exemplo disso são os próprios discípulos que não souberam que era Jesus que andava sobre as águas, nos versículos 45 ao 52: “o seu coração estava endurecido”, ou seja, não basta andar junto, tem que estar com o campo sempre pronto para receber a semente (vide parábola da semente no capítulo 4:01 ao 20).

Último ponto de reflexão: como quem você tem reconhecido Jesus?

Como os Espíritos Imundos, que sabem quem é Jesus, respeitam pelo MEDO e não pela intimidade e amor. Ainda, não andam conforme seus ensinamentos, ou seja, como pessoas contrárias a tudo que diz respeito a Jesus Cristo.

Como os discípulos com os corações endurecidos; andam junto, mas não conseguem discernir quem Jesus é em circunstâncias desconfortáveis ou difíceis.

Como Hipócritas, ditos por Jesus no capítulo 7, versículos 6 e 7, honram com lábios mas o coração está longe.

Como os de sua terra, veem o que Jesus faz, mas não conseguem reconhecê-lo como Cristo, apenas reconhecem a natureza carnal, mas não a espiritual.

Como João Batista? Que crê, sabe quem Jesus é e prepara o caminho para que Ele venha e nasça no coração de todos.

Ou, ainda, como Pedro? No Capítulo 8 versículo 29b: “Respondendo-lhe Pedro disse: Tu és o Cristo”.

Busque saber onde está seu coração e como ele está. Entenda que o tempo de Deus para ter intimidade com você é hoje. Mas que só depende de você querer tal intimidade, Ele já fez tudo e continua fazendo tudo por Amor, agora é sua vez de amá-lo a ponto de querer estar com Ele em todo momento. Reconhecendo-O, Amando-O, Testemunhando dele, indo ao Deserto para crescer e pregar!

 

Aprendamos de Deserto;

Reconheçamos Jesus como Salvador e

Busquemos Intimidade.

 

Giovana Papacosta.

Agora encerraremos Marcos. Não se esqueçam da leitura!!!

Capítulos 9 ao 16!

Compartilhem o que Deus tem falado com você.

 

Adicionar para: Add to your del.icio.us del.icio.us | Digg this story Digg

Comentários (0 postado):

total: | mostrando:

Poste seu comentário comment

Entre o código que você vê na imagem:

  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
Tags
Nenhuma tag para este artigo
Vote neste artigo
0
Copyright ©2012 - http://chamadafinal.net/portal/ - Todos os Direitos Reservados
Powered by
MEGAWEB